Sábado, 11 de Julho de 2020
Dúvidas pelo seguinte e-mail
Geral Silvana Mello

Silvana Mello, poetisa aplaudida no Paraná, lançará um livro especial de poesias

Silvana Mello é membro da Academia Poética Brasileira e frequentadora da Feira do Poeta, em Curitiba(PR)

20/03/2020 11h55 Atualizada há 4 meses
346
Por: Mhario Lincoln Fonte: ML
Silvana Mello aplaudida pela obra
Silvana Mello aplaudida pela obra

 

Silvana Mello, poetisa aplaudida no Paraná, lançará um livro especial (completamente diferente das impressões comuns), intitulado "Ontem e Hoje", elaborado com muito carinho pelo poeta soteropolitano, mas domiciliado em Curitiba, Osmarosman Aedo. "Mhario, foi um trabalho muito especial. Fiz para juntar a beleza e a maturidade dos poemas da Silvania. Acrescentei a isso, uma diagramação e idealização diferentes (páginas negras com versos em branco), para dar um significado de tempo e espaço, materializados através das várias ilustrações", confessa Osmarosman.

Silvana Mello é membro da Academia Poética Brasileira e frequentadora da Feira do Poeta, em Curitiba(PR), coordenada pelo incansável Geraldo Magela.

O que mais me deixou feliz foi ver, nesse projeto diferente para obras poéticas, meu texto analítico do livro, justaposto à orelha da obra. Abaixo, a íntegra:

A CERTEZA DE LER E ENTENDER A LÍRICA

(*) Mhario Lincoln

Este é um livro de amor. E essa, a maior razão para elogiar o trabalho poético de Silvana Mello. Todo um lirismo embutido em um coração que já soube passar por tantos epílogos no palco da vida. Mas que, de uma forma ou de outra, acabou revivendo em grande estilo ao reescrever prólogos pessoais brilhantes.

A força e a maturidade, líricas, de Silvana Mello não me surpreende, haja vista, a dignidade espiritual, a responsabilidade autêntica e uma linguagem da alma ‘plus ultra’, como agregam às qualidades humanas os latinos puros. Essa lírica ganha muita força durante os poemas desta obra. Por exemplo: “Visto a alma da infância/ pra encontrar a mulher que me tornei/ Alinhavo lembranças e sensações/ hoje transformadas em querer e não querer/ Traduzo a contemplação dos anos/ em viagens que me levaram ao entardecer/ Traço linhas e caminhos que trilhei e não trilhei/ Realidades paralelas/ delineando estradas entreabertas que andei e não andei”. Silvana Mello traduz sua linguagem transcendente em caminhos para a luz. Pelo menos, na maioria dos versos que li. Desta forma, enquanto Gregore Baterson, grande pensador sistêmico, escreveu que a ‘mente humana é a essência de estar vivo’, eu reafirmo: a mente humana se mostra realmente viva quando a produção intelectual se torna compreensível a outro ser humano. Destarte, ao ler este livro, me tornei ainda mais vivo e mais humano. Grato Silvana!

 

Mhario Lincoln.

(Presidente da Academia Poética Brasileira).

 

 

5 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias