Sexta, 18 de Setembro de 2020 21:20
Dúvidas pelo seguinte e-mail
Cidades POESIA

ODE A SÃO LUIS / Maranhão/ poema maranhense João Batista do Lago. Vale ler

Convidado Especial

07/09/2020 22h04 Atualizada há 2 semanas
133
Por: Mhario Lincoln Fonte: JB
Tupinambás
Tupinambás

ODE A SÃO LUIS / Maranhão/

poema de João Batista do Lago

 

Foto: SERGIO MONTEIRO.

Ó tu, leito-mãe dos Tupinambás

Reina dos mares do Sul, sois vós

Vitoriosa, oh! amada Upaon-açu

Carregas nome e cetro de realeza

N’alma saber e virtude de Atenas

No peito o brasão de viva Natureza

 

Ó tu, São Luís – Ilha dos Amores!

Amada de francos, lusos e neerlandeses

Sois vós o encanto de Arúspice

Profeta da vossa eterna glória e pureza:

– Vosso destino é conservar em si toda beleza

serás deste teu Orfeu a eterna Eurídice

 

Ó tu, São Luís – Jamaica brasileira

Sou-vos grato pela vida inteira pois

Sabei-vos de muitos ser uma só pessoa

Jamais vos deixaste vencer. Sois guerreira!

Ainda que vos queira estuprar o monstro da modernice

Haverá sempre um filho teu que não fugirá a luta

 

Ó tu, São Luís – Cidade dos Azulejos

Perdoai o jugo da desgraçada sorte (e)

Tomai por exemplo o Cristo da hora da morte

Perdoai os filhos que vos sangra em realejos

Todos serão defenestrados, enfim, para que

Possamos amar-vos entre ruas e curvas de azulejos

 

4 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias