Domingo, 09 de Agosto de 2020
Dúvidas pelo seguinte e-mail
Brasil VOCÊ SABIA DISSO?

Qual a relação entre o Homem de Três Pernas e a Literatura Mundial? Ivho Lavoisier, responde!

Mistureba de Lavoisier

19/07/2020 14h17 Atualizada há 3 semanas
281
Por: Mhario Lincoln Fonte: Ivho Lavoisier e Surcusais
O Homem de três pernas.
O Homem de três pernas.
Caption

 MISTUREBA DE LAVOISIER

Convidado: Ivho Lavoisier

Sartre: “Ainda somos o que vamos deixar de ser e já somos aquilo em que vamos nos tornar. Vivemos nossa morte, morremos nossa vida”. 

 

A LITERATURA É UM REMÉDIO? Cura ou Adoece?

 

##Puxa cara, tirei essa do Insta. Tem coisa boa por lá, além da chatice de oposição/situação/nemumacoisanemoutra: O que hoje se nomeia “literatura” seria mesmo, lembrando Derrida, uma espécie de botica: a ela podem ser remetidos os efeitos maléficos dos vícios, dos venenos, assim como os efeitos mais benéficos, curativos ou virtuosos. Entendeu? Esse cara é Jacques Derrida, filósofo franco-magrebino, que iniciou durante a década de 1960 a “Desconstrução em Filosofia”, conhecido como autor de textos meio malucos (ou não), tipo enunciados tradicionalmente inadmissíveis ao bom senso filosófico, como por exemplo, quando fala de um passado absoluto que nunca existiu, de uma repetição originária, de um infinito finito, de um nome próprio que não é próprio. Hahahaha. Esse cara tá brincando com a Humanidade, né? (E você vai brincar também ou vai dar um bofetão de inteligência nesse cara fazendo um comentário lá embaixo?).

 

Combustão Humana.

A COMBUSTÃO ESPONTÂNEA DE HUMANOS

##Eu quando era repórter de polícia no interior de São Paulo, fui apurar, junto com a galera de PMs, um incidente numa casinha na zona rural. Quando chegamos, lá estava a velhinha com parte do corpo queimado (de dentro pra fora), como se tivesse engolido uma bomba. Até então pensei que fosse ficção. Mas não era. O médico legista explicou que existe a teoria de que o acúmulo de eletricidade estática no interior do corpo, oriunda de uma força geomagnética externa exercida sobre o corpo seja a responsável por desencadear combustão humana espontânea. Larry Arnold, um estudioso da área sugere que o fenômeno é ocasionado por uma nova partícula chamada pyroton, que, de acordo com ele, interage com as células resultando em uma miniexplosão. Se você concorda (antes olhe a foto) ou não, escreva lá embaixo. (Vc viu quetá tudo rimando na sonoridade ‘ão’). Sinal de agouro?

Veja na foto: Este caso ocorreu em Reims, na França, em 1725. Nicole Millet foi encontrada queimando em uma cadeira que não pegava fogo. Era esposa do estalajadeiro Jean Millet, que, ao ver a cena bizarra, acordou todo o hotel em desespero. O caso foi estudado com afinco e os médicos concordaram ser “combustão espontânea”.

 

 

A PANDEMIA DEIXOU DE FUMAR...

Sem Cigarro!

##Péra aí. Essa linchada pandemia deveria servir pra alguma coisa. Não é isso que dezenas de apóstolos, profetas e curandeiros dizem por aí, entulhando as redes sociais de verdades proféticas? E as pesquisas? Acredita nelas? (Faz um comentário aí embaixo). Pois bem. Dois levantamentos realizados no Reino Unido chegaram à mesma conclusão: a pandemia fez muita gente abandonar o vício do cigarro. Entre 15 de abril e 20 e junho, 10 mil pessoas foram entrevistadas sobre seus hábitos de fumo pela empresa de pesquisas YouGov, a pedido da organização britânica “Action on Smoking”. Quais as causas, então? Apenas saúde? Aí é que entra a verdade, NÃO! Pesquisadores dizem que "o isolamento contribuiu para a queda no fumo". O outro levantamento, da University College London (UCL), aponta que o número de pessoas que pararam de fumar desde o começo do ano até́ o mês passado "é o maior já registrado". Ou seja, esse tal de #FICAEMCASA funciona mesmo? (Responde lá embaixo. Deixa de preguiça de escrever. Ou não tem nada nessa cabecinha linda?).

  

OS ÍNDIOS CONTINUAM SENDO MASSACRADOS, NÉ?

##Aí chegam os brancos e falam para os índios mais distantes, embrenhados na selva: “(...). Lave as mãos com sabão. Use máscara. Não saia da cabana, não brinque com os macacos, nem fale com os tucanos, nem chegue perto do rio.... isso é piada, né? Seguir as recomendações mais básicas, como o isolamento social, lavar as mãos ou usar máscara é quase impossível. Já pensou tirar o que é de mais sagrado de uma comunidade indígena, a vida em comunidade?  Esse é o dilema do povo Yanomami. Interessante é que um jornal estrangeiro estampa nas primeiras páginas esta semana a manchete: "Os Yanomami contra o coronavírus”. Refazendo essa manchete assim: "...também contra a diarreia, as lombrigas e os garimpeiros...". A reportagem original é da jornalista de Naiara Gortazar.

 

Francesco Lentini.

A HISTÓRIA DO CARA DE TRÊS PERNAS

##Fala a verdade.  Não há nenhuma relação entre o Homem de Três Pernas e a Literatura Mundial. Mas, quem ainda não apelidou alguém com o tal de “homem de três pernas”? Hahaha. Esse apelido deve ter vindo de algo bem real. Francesco Lentini. Esse cara nasceu em 1889 em Rosolini, na província de Sirocusa, na Sicília. Veja a foto. É real. Acontece que o irmão gêmeo dele, que consistia apenas em uma perna e um conjunto de órgãos genitais, nasceu preso à coluna vertebral de Francesco. Daí o apelido, "O homem de três pernas". Lentini na verdade tinha um metro e oitenta de altura, enquanto um pequeno pé secundário malformado se projetava de sua terceira perna. Viu. E ainda a gente acha que viu tudo. E você, viu isso? Deixa lá seu comentário.

 

 

UM DETALHE SOBRE VIRGINIA WOOLF

##Sabia que Virgínia Woolf, certo dia, visitando o atelier do famoso Auguste Rodin, foi tentar mexer em algumas peças que estavam embrulhadas e ainda por terminar (Rodin odiava isso) e a reação do escultor foi extrema. Esbofeteou Woolf, com a frase: “Nunca Mais...”. (Será que foi daí que surgiu a palavra de ordem ‘... ISSO NUNCA MAIS... NUNCA MAIS AQUILO?). Por outro lado, ela sempre escreveu seus livros em pé. Um dia alguém perguntou em alto e bom som: Por que? E ela, com algumas lágrimas (lágrimas????) respondeu desafiadoramente:

- Escrevo da mesma maneira que minha irmã Vanessa, pintava quadros dela.

 

A ESTRELA DE BELÉM ESTÁ DE VOLTA?

##Desculpa aí os argentinos, tá. Mas se fosse por lá, com certeza os jornais afirmariam que a Estrela de Belém – a que orientou os Reis Magos – estava de volta ao planeta Terra, com exclusividade para eles. Mas como foi em céu pernambucano, a coisa foi bem diferente e real. Um grande meteoro de brilho intenso foi visto no céu do Sertão de Pernambuco. Surgiu entre Carnaíba e Princesa Isabel, sertão da Paraíba. Esse fenômeno é chamado de bólido. Acontece quando um meteoro brilhante explode na atmosfera da Terra. Vamos às explicações técnicas: "O objeto, o clarão que foi visto, foi com certeza um meteoro. Quando ele é muito brilhante, nós também chamamos de bólido. Esse tipo de fenômeno se forma quando um fragmento de rocha espacial atinge a atmosfera da Terra em uma velocidade muito elevada. Devido à essa alta velocidade, o gás atmosférico na frente dessa rocha acaba aquecendo e esse aquecimento gera o brilho que a gente vê e também faz com que esse fragmento de rocha acabe se vaporizando", explicou Marcelo Zurita, diretor técnico da Bramon, que acompanha fenômenos meteóricos. E quanto a brincadeira com os argentinos, essa, sumiu de forma meteórica de suas vistas, viu?

 

CONFIRMADO: O SOL NÃO ESTÁ NO CENTRO DE NOSSA GALAXIA

##Puxa! Ainda bem que não tem mais fogueiras para consumir corpos de astrólogos e pesquisadores do Cosmos, se não, um monte deles ia pra execução imediata. Pois acredite: se alguém perguntasse onde fica o centro do Sistema Solar, o que você acha que alguém responderia? Se todos os planetas giram em torno da nossa estrela, provavelmente, diria que fica no eixo do Sol. Acontece que essa resposta não é totalmente correta. Então o que esses astrônomos afirmaram agora? O verdadeiro centro do Sistema Solar fica... fica.... fica (bomba), há 100 metros de distância do Sol, logo acima da superfície da estrela. Se o Sol fosse do tamanho de um estádio de futebol, essa área de cem metros seria equivalente a, aproximadamente, o diâmetro de um fio de cabelo. Entendeu??? Então opina lá embaixo, rapidinho. Explica pra mim isso. Antes que a inquisição volte, tá?

 

Área 51/EUA.

O ET DE VARGINHA EXISTE, ESTÁ VIVO E DÁ DICAS PARA AMERICANOS

##Reportagem que assisti outro dia numa TV, dá conta de que o ET de Varginha (município mineiro), está vivo até hoje e foi levado para a área 51 (quem souber, explica melhor embaixo, nos comentários). Lá, reunido com autoridades, vem dando dicas há anos. Dessas conversas saíram o FAX, o MICROONDAS, O CELULAR, A ENERGIA REVERSA e um monte de outras coisas. E mais. Tem autoridade que bate o pé e afirma que isso existe mesmo: “(...) “Há ETs vivos na Terra neste momento, e pelo menos dois deles provavelmente trabalham com o governo dos Estados Unidos.” A declaração do ex-ministro da Defesa do Canadá Paul Hellyer, 89 anos, foi feita durante uma audiência pública sobre a existência de vida extraterrestre realizada em Washington, D.C. Diversos ex-senadores e membros da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos ouviram depoimentos de especialistas e testemunhas entre os dias 29 de abril e 3 de maio.

 

DE QUE MORREU FULANO?

##Caí em campo e descobri algumas coisinhas bem interessantes. POR EXEMPLO. De que morreu JEAN-PAUL SARTRE? Premiado com o Nobel de Literatura em 1964? Os médicos que estudaram o fato passam obrigatoriamente por alguns pormenores. Por muito tempo fez uso do LSD. E já velho e cego, não esquecia algumas anfetaminas. Acabou morrendo em 1984, com 74 anos, do velho edema pulmonar Detalhe: todos os direitos de suas obras foram ‘doadas’ para uma das amantes que possuía ao derredor de Paris. Arlete Elkain. Entretanto, ele morreu sem concluir mais um volume da vasta biografia de Flaubert. Relembro uma frase icônica de Sartre: “Ainda somos o que vamos deixar de ser e já somos aquilo em que vamos nos tornar. Vivemos nossa morte, morremos nossa vida”.

 

Capa.

COLHER DE CHÁ

##Como a coluna inaugura hoje, os 20 primeiros que fizerem comentários concorrerão a uma obra prima (reestilizada). Trata-se do livro DOM QUIXOTE, de Cervantes. O livro teve a história modernizada através do talento da tradutora AMANDA MOURA. Nesta adaptação, as aventuras de Dom Quixote e Sancho Pança exaltam a essência do Cavaleiro da Triste Figura.

Este livro é um clássico, copilado de uma das grandes estórias da literatura internacional. No original que ganhei em um de meus aniversários em 1994, eram dois imensos volumes, capa dura e muito pesados. Não li todo. Mas esse, eu li rapidinho. Em dois dias. É fácil, leve e não contém expressões tão difíceis. Vale à pena.

Então, os 20 primeiros que fizerem comentários concorrerão a essa obra. Vale comentar algo sobre esses birrentos assuntos da coluna de hoje. Boa sorte.

Pronto! Essa é a nossa conversa. Semana que vem tem mais.

3 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias