Domingo, 09 de Agosto de 2020
Dúvidas pelo seguinte e-mail
Brasil A POESIA LIVRE

Poetas Brasileiros mostram obras inéditas no Portal MHLB

Imperdível leitura

11/07/2020 11h37 Atualizada há 4 semanas
448
Por: Mhario Lincoln Fonte: ML
Poetas Brasileiros mostram suas obras
Poetas Brasileiros mostram suas obras
Jorge Cruz

JORGE CRUZ (Olinda-PE)

Desejo e Realidade

 

Eu queria ser aquele que te faz rir,

Para você espantar a tristeza.

Eu queria ser aquele que você procura,

Para aliviar a sua dor.

Eu queria ser aquele que você gosta de abraçar,

Quando se sentir insegura.

Eu queria se aquele que te surpreende,

E te arranca um olhar de carinho e admiração.

Eu queria ser aquele que sua boca sussurra,

Quando lembra de algo que te faz feliz.

Eu queria ser aquele que você segura,

Minha mão com força e a coloca no coração.

Eu queria ser aquele que você mostra,

Sua alegria em lembrar de algo bom.

Eu queria ser,

Mais que uma sombra,

Mais que uma ilusão,

Mais que um sonho.

Ser sua realidade.

 

Jorge Cruz

================================

João Batista do Lago

INFINITUDE (São Luís-MA)

©De João Batista do Lago

 

Valho-me do infinito azul (e)

das eternas flores primaveris

para quedar-me no imenso espaço

por onde vago à procura do amor

 

Valho-me das rosas espalhadas ao chão

que transformam meus caminhos em tapetes

por onde meus pés vergastados passam

à procura do primaveril amor

 

Valho-me, enfim, da dor suprema

para apascentar minhas possibilidades

na incansável luta do sobreviver

e, ao final, alcançar a suprema dose do amor.

 

===========================

CI C A T R I Z E S (Santos-SP)

Francisco Elíude

 

@Francisco Elíude

 

Entre um espasmo e outro,

A dor

Que dói e lateja;

que sem desculpas,

me lambe, me fere...me beija!...

Essa dor

que se abre em fissura e sangrando

se esvai de mim em hemácias;

falácias, mentiras que se despejam

no mais profundo vazio

escárnio de um desejo.

 

De que dor ou em qual delas

poderias escolher entre tantas,

Se já procelosas se tornaram em tamanha dor,

retalhando-me -sem merecer,

em tiras escorregadias

de um lânguido e frio beijo...

Teu beijo?!

 

-Deixa-me maldita dor que me apedreja!...

Porque a ti não mais tenho que me dar,

nem tampouco de mim este corpo inerte,

sem desejos, sem cor, sem mais querer...

Deixa-me só ...quase que merecidamente,

No meu sutil e último instante.

 

Deixa que eu morra mais que perdoando,

do que muito mais sofrido seja do que já foi

o que de mim já se fez distante!...

 

(Francisco Elíude P. Galvão)

==============================

Carmen Dias

O BEIJO O POEMA ALHEIO

@Carmen Regina Dias (Cascavel-PR)

Beijo o poema alheio e toco meu ser interno.

Há tantas borboletas nas entrelinhas...

 

Lá vem primavera correndo pela estrada dos versos,

desejosa de esparramar-se em cores e pétalas

nos jardim de inverno.

 

As madrugadas sussurram no ouvido das fadas,

as pedras despertam em aromas sutis.

 

Montanhas de nada preenchem o imenso vazio

entre o poema e as mãos do poeta.

A poesia flutua na maciez do grande vácuo

entre as palavras e os sentidos.

 

Na ponta de cá da gangorra de nuvem 

Eros e Anteros brincam de esconde esconde 

entre as macieiras.

 

Do lado de lá, na outra ponta da gangorra 

sobre o abismo,

pena fina entre os dentes, o poeta na alma sorri.

Porque tudo é incrível.

 

@carmenrdias

================================

Meu Abraço

Masria José da Silva

Maria José da Silva (Rio de Janeiro-RJ)

 

Abro meus braços...

Para um grande abraço.

Abraço a sorte, que me guia...

Neste mundo de agonia.

 

Abro meus braços...

Com um sentimento,

Neste momento,

De plena solidão.

 

Estou tão só!

Surgem, mil pensamentos...

De tanto sofrimento!

De choro e lamento.

 

Sinto na alma,

Uma imensa tristeza!

Que me apavora!

Sem solução.

 

Queria, tanto um abraço!

Sentir o calor de alguém,

Porém, não tenho saída

...e fico sozinha.

De braços abertos...

Esperando alguém.

 

Maria José da Silva

=============================

 

ACORDA

Enio de Oliveira

Enio de Oliveira (Curitiba-Paraná)

 

É hora do café,

o pão está quentinho

que seu dia seja mais lindo.

 

Que os olhos de Deus

não confunda quando digo Te amo

O meu Te amo é tão puro

Meu Te amo não tem sexo.

 

Apenas tem nexo de um homem

que sem complexo

faz amor sem sexo.

 

Bom dia pra vocês.

e a visão de minha janela

vai para esse mundo de meu Deus

que está precisando de muito amor

de muito carinho, de muita oração,

de muita reza, de muita conversa

para a gente suportar

toda essa angústia de ficar 

trancado em casa,

de não poder abraçar,

não poder beijar as pessoas.

 

Mas enquanto não der pra fazer nada disso,

digo que vocês me são muito importantes.

Gratidão e que Deus nos abençoe

Cada dia mais... amém!

==========================

Se eu pudesse

Lílian Costa
Caption

Lílian Costa (São Luís-MA)

 

Se eu pudesse falar que te amo

E rasgar meu peito numa declaração

Despir minha alma e fazer amor com tuas palavras

Se eu pudesse estouraria teus tímpanos com meu silêncio

E te esmagaria num abraço casa

Beijaria tua voz e levaria teu cheiro para dentro dos meus pulmões

Se eu pudesse...

Se eu pudesse dormiria toda noite em teus braços

E me sentiria segura, acolhida

E te acordaria toda manhã com um beijo de língua

Para que soubesses o quanto tenho pra te falar sem palavras

Se eu pudesse moraria em teu corpo e faria do meu teu refúgio

Se eu pudesse...

Se eu pudesse ter você nesta vida, pois em todas as outras, da mesma forma, te amaria.

 

Lílian Costa

14 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias