Domingo, 09 de Agosto de 2020
Dúvidas pelo seguinte e-mail
Mundo EXTRATERRESTRE

A primeira grande discussão feminista na Terra começou por causa de Extraterrestres

Lembram da Placa-Pionner?

06/07/2020 22h26
184
Por: Mhario Lincoln Fonte: ML e internet
A placa da Pionner 10. Foto: BBC
A placa da Pionner 10. Foto: BBC

A primeira grande discussão feminista na Terra começou por causa de Extraterrestres

Mhario Lincoln, G1 e Sites da Internet

Muita gente ainda se lembra da mensagem dos terráqueos numa placa banhada a ouro, colocada dentro da nave interestelar Pionner, enviada ao espaço em 1972. A tal placa foi criada para informar a possíveis extraterrestres sobre dados fundamentais da Terra e de seus habitantes. E assim foi feito. Às 20h42 de 2 de março de 1972, a agência espacial americana, a NASA, lançou a sonda espacial não tripulada Pioneer 10, de Cabo Canaveral, no Estado da Flórida. Seu destino era Júpiter e, depois, a extremidade do nosso Sistema Solar. Dentro, uma mensagem para quando os extraterrestres encontrassem a nave e conseguissem ler o que lá estava escrito. 

Tudo ótimo. Muitas informações, especialmente as de localização do planeta Terra foram inseridas. Porém, a discussão começou (na época com grande ênfase) quando os idealizadores, entre eles o famoso astrônomo Carl Sagan, acharam de acrescentar um detalhe às duas figuras humanas desenhadas na tal placa de contato com ET's. Depois, ficou conhecida essa polêmica, simplesmente, com o nome de 'Olá'.

Muitas foram as perguntas para a poderosa NASA do porque de a figura feminina parecer submissa ao homem. Por que havia sido dada ao homem a honra de cumprimentar o Universo, com o braço direito num gesto de 'Olá Universo'? Muitas pessoas ficaram incomodados com esse detalhe. "(...) a mulher parece ter uma atitude submissa em relação ao homem, com ele olhando para a frente, enquanto ela não", inundaram a imprensa grupos feministas e apoiadores. 

O feminismo estava apenas começando a ser um tópico de conversa. Mesmo assim, muitas mulheres disseram a grande imprensa: 'Bem, por que não estamos saudando o Universo, por que não temos as mãos levantadas?'

"O problema é que, se os dois levantassem as mãos, os alienígenas pensariam que todos na Terra andam com as mãos levantadas. Tivemos que levar essas coisas em consideração", disse a artista que desenhou os seres humanos, chamada Linda Salzman Sagan, transformando as duas fiuguras numa arte das mais problemáticas de todas. 

No fundo, a placa-mensagem para ET's  e o design do diagrama da localização da Terra, residia em precisão matemática e científica e muitos outros cáuculos astronômicos de precisão. Porém, residiu nas figuras humanas a grande polêmica da vez, não só com pertinência a submissão da fêmea terráquea, mas, também, porque, embora o início da década de 1970 tenha sido permeado pela temática do amor livre, a sociedade americana era ainda, de maneira geral, muito puritana quando se tratava de desenhos de mulheres nuas. "Muitas das estátuas que eu estava vendo não tinham genitália feminina muito específica. Não sabia o que fazer", lembra Linda. Foi aí que entrou Carl Segan. ele disse: 'Não faça nada que possa nos causar problemas com a NASA ou dar a alguém uma desculpa para não colocar o placa na nave espacial.

Então, Linda Sagan decidiu não desenhar a genitália feminina. Mas isso não acabou com a polêmica. O escândalo eclodiu, mesmo assim, apesar do fato de a mulher ter ido ao espaço sem órgãos genitais. Mas os mais críticos foram aqueles que viam as figuras nuas como uma forma de pornografia. "A NASA estava muito preocupada com o fato de alguns membros do Congresso serem muito conservadores e poderem ficar ofendidos, porque o dinheiro dos contribuintes foi usado para enviar obscenidades ao espaço", diz matéria que li na internet. "Contudo, em meio ao debate, a sonda decolou da Flórida com a placa e começou sua longa jornada pelo espaço. Em dezembro de 1973, mais cedo do que o esperado, ela chegou a Júpiter e enviou imediatamente magníficas fotos coloridas da superfície do planeta. Então, continuou a caminho do espaço sideral. No verão de 1983, a Placa Pioneer havia passado pelas órbitas de Marte, Júpiter, Saturno, Urano, Netuno e Plutão. Em 13 de junho, alcançou a borda do nosso sistema solar. E concluiu a travessia. A Pioneer 10 enviou sua última mensagem em 22 de janeiro de 2003, e nunca mais se ouviu falar dela.

Mensagenms para ET's não acaba aí:  Carl Segan e outros cientistas criaram outros cartões de visitas, enviados em naves espaciais. Em um deles, a inserção de saudações em 55 idiomas, 12 minutos de sons da Terra - como batimentos cardíacos humanos e chuva caindo - música de Brahms e Chuck Berry e, em vez de humanos nus, a Nasa aceitou a imagem de uma mulher grávida.

Quanto à  questão se a Placa Pioneer foi vista por alienígenas ou não, ainda não recebemos resposta...

 

2 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias