Segunda, 06 de Julho de 2020
Dúvidas pelo seguinte e-mail
Mundo Brigitte Bardot

A foto mais icônica da jovem Brigitte Bardot, por volta de 1951-52, está dentro da matéria. Clique e confira.

Foto resgatada do site vintageeverydayofficial

15/06/2020 21h08 Atualizada há 3 semanas
139
Por: Mhario Lincoln Fonte: Blog Etiqueta Única
Brigitte Bardot
Brigitte Bardot

Vintage Everyday no Instagram:  A foto mais icônica da jovem Brigitte Bardot, por volta de 1951-52, está no fim da matéria. Confira.

 

Brigitte Anne-Marie Bardot, mais conhecida apenas como Brigitte Bardot ou simplesmente BB, foi uma atriz francesa dos anos 50 e 60. Além de grande atriz e modelo, Brigitte foi considerada um dos maiores símbolos sexuais da época, e se consolidou como um grande ícone de popularidade da década de 1960.

Toda sua fama se deve a diversos fatores, tanto pessoais, quanto profissionais. Sua personalidade autêntica, e seus ideais modernos a fizeram ser considerada uma mulher à frente de seu tempo. Por conta disso, mesmo não ganhando nenhum prêmio importante no cinema, Brigitte recebia grande parte da atenção da imprensa americana – o que era bem incomum, visto que a imprensa dos EUA só dava foco a atrizes também americanas.

Sua carreira teve diversos momentos de sucesso e crescimento. Porém, o grande ápice e ascensão foi no ano de 1957, quando estreou no filme “E Deus criou a mulher”, produzido por Roger Vladim, seu atual marido.

Mesmo sendo uma excelente atriz, Bardot não se limitou só ao mundo do cinema. Seu estilo natural, e seus cabelos longos e loiros influenciaram diversas mulheres dos anos 1950 e 1960.

 

FOI CONSIDERADA UM DOS CEM NOMES MAIS INFLUENTES DA HISTÓRIA DA MODA, PELA REVISTA TIME.

Em 2009, Brigitte foi eleita uma das mulheres mais bonitas do cinema. Atualmente, é uma ativista e defende o direito dos animais.

A história de Brigitte Bardot

Brigitte nasceu no ano de 1934, na França. Seu pai, Louis Bardot, foi um industrial da alta burguesia, e casou-se com sua mãe, Anne-Marie, no ano de 1933. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, Brigitte Bardot tem uma irmã, Mijanou Bardot, que também foi atriz no cinema francês.

Aos 15 anos de idade, em 1949, incentivada por sua mãe, Bardot iniciou a vida de modelo, estreando na revista Elle. O trabalho feito pela atual modelo chamou atenção de diversos profissionais, inclusive do cineasta Roger Vladim, que viria a tornar-se marido de Brigitte. A partir deste momento, sua carreira entrou em ascensão.

 

Brigitte apareceu no filme "Le Trou normand”

Em 1952, aos 17 anos, Brigitte apareceu pela primeira vez nas telas, atuando no filme “Le Trou normand”. No mesmo ano, após 2 meses de namoro, Brigitte e Roger se casaram.

Em sua segunda estreia, a atriz trabalhou no filme “Manina, la fille sans voile”, que gerou uma polêmica entre a família: seu pai, Louis, entrou com processo na justiça para que as cenas da filha de biquíni não foram veiculadas. Porém não teve sucesso.

Nos cinco anos seguintes, Brigitte gravou dezessete filmes, entre eles dramas e romances. Porém, nenhum deles foi muito reconhecido por festivais nem pela indústria do cinema. Seu marido não estava satisfeito com essa situação, e começou a pensar em maneiras de reverter este quadro.

 

Brigitte Bardot e a Nouvelle Vague

Foi então que surgiu a Nouvelle Vague: um movimento artístico do cinema francês. A nova estética, que foi inspirada no neorrealismo italiano, começou a crescer fora do país. Roger, apostando nessa estratégia, escalou Brigitte para o papel principal do filme “E Deus criou a mulher”, gravado no ano de 1956.

O filme, que contava a história de uma jovem moradora de uma cidade litorânea, causou grandes discussões e polêmicas. Porém, quando chegou aos EUA, estourou em bilheteria, e transformou BB em um fenômeno da noite para o dia.

Brigitte Bardot no filme "E Deus criou a mulher"

O filme gerou muitas discussões, e acabou sendo proibido em alguns países, além de ter sido condenado pela atual Liga da decência católica. Em 1957, Brigitte Bardot se divorciou de Roger e, após dois anos, casou-se com Jacques Charrier, ator francês, com quem teve seu único filho, Nicolas. No ano de 1960, BB atuou no filme “A verdade”, que foi indicado ao Oscar de melhor filme estrangeiro.

Além da indústria do cinema, Brigitte também se envolveu com música e, claro, com a moda, e foi firmada como ícone fashion.

Brigitte Bardot. Credito: vintageeverydayofficial
 

 

1 comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias