Segunda, 06 de Julho de 2020
Dúvidas pelo seguinte e-mail
Mundo Vale o Replay

HÁ TRÊS ANOS, NESTE PERÍODO, MEIRELES JR. COMPLETAVA UMA DE SUAS MAIORES AVENTURAS NA ARTE DE FOTOGRAFAR.

Ao final da matéria o vídeo da exposição

13/06/2020 15h59 Atualizada há 3 semanas
296
Por: Mhario Lincoln Fonte: ML
Familia Meireles Jr. com Ana Maria Braga (Google)
Familia Meireles Jr. com Ana Maria Braga (Google)

HÁ TRÊS ANOS, NESTE PERÍODO, MEIRELES JR. COMPLETAVA UMA DE SUAS MAIORES AVENTURAS NA ARTE DE FOTOGRAFAR.

 

(*) Mhario Lincoln

O fotógrafo maranhense Meireles Jr sem a mínima dúvida é um dos maiores nomes das lentes do Estado. Há 3 anos, nesta mesma época, foi aclamado quando estreou uma grande mostra de trabalhos em Nova Iorque, na Saphira & Ventura Gallery, renomada mundialmente.

Meireles Jr me disse, quando o anfitrionei em Curitiba, para o lançamento do livro “Entre o Céu e a Terra”,  que a obra havia sido revisada e ampliada, com versão digital e interativa, resultado de um ousado projeto de atualizar o trabalho, incluindo fotos (e interação, claro) da região da Baixada Maranhense e da Chapada da Mesa, no sul do Maranhão.  Por outro lado, foi a primeira vez que vi um livro dessa região nordestina com a moderníssima realidade aumentada, onde, além ver a foto, bastava apontar a câmera do celular, para os leitores conseguirem fazer uma viagem, através de trilha sonora exclusiva e vídeos. De repente, com uma espécie de ' QR Code’ específico e interagindo com a câmera do celular, a foto se transforma em algo de rara beleza em vídeo e áudio.

O vídeo abaixo, com reprodução autorizada pelo autor, mostra essa festa incrível que começou no Brasil e futuralizou-se em uma das mais aplaudidas galerias de arte de Nova Iorque: Saphira & Ventura Gallery. Junto a essa festa, a intérprete maranhense Flávia Bittencourt, também fez show no país e nos EUA.

Eu estava presente em São Luís, quando Meireles Jr. publicou a primeira edição de "Entre o Céu e a Terra", em 2008. Contudo, nesta nova versão, os leitores conseguem ver o Maranhão ainda de forma mais intensa, juntando-se a interatividade digital.

Meireles Jr. tem experiência de exterior. Expôs Portugal, também em Nova Iorque. Só que, na primeira vez, foi numa renomada escola. Ele me disse: "Mhário, realmente é um trabalho desafiador porque você sabe que está levando o seu trabalho para o lugar mais importante do planeta com relação à arte. Um lugar muito próximo da Broadway, próximo da Biblioteca Pública de Nova York e dentro de uma importante galeria com circulação muito grande", completou.

Passados três anos, volto ao assunto para dizer do sucesso desse amigo e parceiro. Colocando nosso trabalho nacional sempre à disposição.

Veja o vídeo seguindo o link:

https://www.youtube.com/watch?v=pcYnjqghFYw&feature=youtu.be

4 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias