Domingo, 07 de Junho de 2020
Dúvidas pelo seguinte e-mail
Cidades MORTE

Faleceu em Natal, aos 99 anos, o acadêmico João Wilson Mendes de Melo, da Academia Norteriograndense de Letras.

O Historiador, escritor, poeta, humanista

20/05/2020 15h08
24
Por: Mhario Lincoln Fonte: Tribunadonorte.com.br/territoriolivre/
tribunadonorte.com.br/territoriolivre/
tribunadonorte.com.br/territoriolivre/

Faleceu, em Natal, aos 99 anos de idade, o acadêmico João Wilson Mendes de Melo, titular da Cadeira 25, da Academia Norteriograndense de Letras.

O Historiador, escritor, poeta, humanista – disse o Presidente da ANL, Diógenes da Cunha Lima – nos deixou livros de importância cultural e sempre foi atento aos interesses de nossa Academia.

João Wilson era viúvo e deixa cinco filhos (foto), netos e bisnetos.

HOMEM DE LETRAS

João Wilson nasceu em Mossoró onde iniciou os seus estudos, transferindo-se depois para Ceará Mirim, onde concluiu o curso primário e fez o curso secundário no Colégio Santo Antônio, dos irmãos Maristas e no Atheneu Norte Rio Grandense. Bacharelou-se em Direito e Ciências Sociais pela Faculdade de Direito de Alagoas, em Maceió.

Dedicando-se à leitura dos autores brasileiros e franceses, começou desde cedo a redigir crônicas, artigos e alguns poemas que foram publicados nos jornais da época, sobretudo A República, O Diário e A Ordem. Pertenceu à Academia de Letras do Atheneu, iniciativa dos alunos do mesmo estabelecimento do ensino público estadual. Sua atividade principal foi a de professor, tendo ensinado na Escola Técnica de Comércio e no Seminário de São Pedro, em Natal, posteriormente em faculdades incorporadas à Universidade.

Figura como um dos fundadores da Escola de Serviço Social, da Faculdade de Ciências Econômicas, da qual foi diretor durante oito anos; da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras, ocupando a função de vice-diretor; bem como da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte, hoje Universidade Federal, UFRN, da qual é professor aposentado. É membro da Academia Norte Rio-Grandense de Letras, onde ocupa a cadeira nº 25.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias